Follow by Email/Siga-me por mail

Recent Post

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Um rolo de carne é o tipo de confort food que nos aquece neste dias frios ... foi o nosso almoço no domingo passado!

Poderão pensar ... mais uma receita de rolo de carne! Mas esta, não é uma receita qualquer tem tudo para ser o vosso prato de eleição para receberem visitas em casa.

Fácil e rápida de fazer, não tem como sair mal! E, o molho de cogumelos bem aveludado, para acompanhar as fatias do rolo, fará toda a diferença.


Para acompanhamento, fiz uma salada mista e um espaguete cozido "al dente". O topping, bem charmoso, foi dado pela romã!



Enquanto o fazia, lembrei de um grupo bastante conhecido dos anos 80 - os "MeatLoaf", cuja tradução significa exatamente rolo de carne .... fica um registo deles ...




Ingredientes:
600 g carne de perú picada
2 fatias de pão de forma alentejano aparadas e desfeitas com as mãos.
leite qb para demolhar o pão
60 g amêndoa moída
2 dentes de alho ralados
flor se sal qb
pimenta moida na hora qb
1 c chá pimentão
1 queijo mozzarela fresco cortado em pedaços
azeite qb
bagas de romã para decorar

(para o molho)
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
30 g azeite
100 g cogumelos
1 embalagem de creme de soja alternativo às natas Alpro


Preparação:
Na véspera, tempere a carne com todos os ingredientes (exceto o mozzarela) e deixe repousar tapada.
Prepare o rolo conforme indicado aqui, acrescentando o queijo em pedaço, e leve a forno pré-aquecido a 180ºc cerca de 40 minutos.
Entretanto, prepare o molho de cogumelos.
Coloque a cebola, os alhos e o azeite numa caçarola e refogue um pouco.
Adicione os cogumelos cortados em quatro e estufe um pouco.
Depois de cozinhados junte o creme de soja e deixe ferver em lume brando cerca de 5 minutos.
Sirva a acompanhar as fatias do rolo de carne, salpicadas com as bagas de romã.


0

sábado, 19 de novembro de 2016

A correria do dia a dia não pára!
Ainda que hoje seja sábado, os fins de semana esses também passam num ápice.

Há dias em que queremos fazer algo diferente, ter sabores deliciosos à mesa, mas não queremos perder muito tempo na cozinha.

Eis que encontrei a receita perfeita para fazer uns canelonnes ultra-rápidos e bons, mesmo num dia de semana.

Se vos apetecer perder um pouco mais de tempo e fazer uns ainda mais deliciosos têm esta opção que já vos deixei!

Pode não parecer, mas acreditem foi num abrir e fechar de olhos que esta versão fiz.

A inspiração veio desta receita da Donna Hay e ficou maravilhosa. 
Dei preferência a produtos nacionais, tais como o requeijão (para substituir o ricota) e a couve portuguesa (para substituir as acelgas). 
Também poderia ter usado o queijo de São Jorge que tanto gosto, mas há falta dele, recorri mesmo ao parmesão que havia no frigorifico.





Ingredientes:
1 embalagem de canelones 
500 g carne galinha picada
2 requeijões desfeitos com a ajuda de um garfo
raspa de um limão
tomilho a gosto
1 chávena de couve portuguesa cozida e picada
3 dentes de alho
queijo parmesão ralado no momento
sal e pimenta a gosto
2 pacotes de creme de soja alpro alternativa às natas

Preparação:
Misture todos o ingredientes e coloque-os num saco pasteleiro.
Recheie os canelonnes e disponha-os num tabuleiro de ir a forno.
Regue com o creme de soja Alpro (alternativa às natas), rale um pouco de parmesão por cima e polvilhe com tomilho seco ou fresco.
Leve a forno pré.aquecido  200ºC, cerca de 20-25 minutos.
3

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

KUKU é uma espécie de omelete típica da cozinha Iraniana, semelhante à frittata italiana.

Deve ser cozinhada no forno, para que cresca como um souflé.

Tradicionalmente, é servida cortada em triângulos  e ornamentada com barberries. Por não ter esta iguaria típica da cozinha iraniana, recorri a bagas de goji.

Comemos quente acompanhada por salada, mas adorámos fria a que sobrou!
Dada a sua versatilidade pode ser servida como prato principal ou como entrada quando tiverem amigos em casa.

Inspirei-me, uma vez mais, na receita do YOTAM, adaptando-a um pouco (usei azeite ao invés de óleo )



O meu pai tem tido algumas berinjelas na horta e esta foi uma ótima maneira de as aproveitar! Não acham??

Encontrei a receita quando andava á procura de receitas para as aproveitar ... o resultado foi delicioso!



 Ingredientes:
50 g azeite
4 cebolas pequenas cortadas em juliana
3 berinjelas médias cortadas em palitos
5 ovos
2 c sopa farinha
1+1/2 c chá fermento em pó
35 g de pão ralado fresco
1 mão cheia de salsa
1+1/2 c chá açafrão dissolvido numa c sopa água quente
3 dentes de alho picados
20 g bagas de goji
flor de sal Marnoto
pimenta moida a gosto


Preparação na Bimby:
Introduzir as cebolas e o alho e o azeite no copo. Cozinhe 7 minutos/100ºc/colher inversa/vel. colher d pau. 
Adicione a berinjela, tempere com sal e cozinhe cerca de 12 minutos de acordo com as instruções anteriores.
Reserve para arrefecer.
Numa taça mexa os ovos e os restantes ingredientes. 
Adicione o preparado de cebolas e berinjela.
Forre uma forma de aro amovivel com papel vegetal. Verta o preparado.
Leve a forno pré-aquecido a 18ºc, cerca de 35 minutos, ou até que esteja cozido.
Retire do forno e sirva quente com alguma salsa picada por cima.


Preparação Tradicional:
Saltear as cebolas e o alho no azeite até que fiquem moles.
Adicione a berinjela, tempere com sal e cozinhe até ficar mole, e sem que se desfaça.
Reserve para arrefecer.
Numa taça mexa os ovos e os restantes ingredientes. 
Adicione o preparado de cebolas e berinjela.
Forre uma forma de aro amovivel com papel vegetal. Verta o preparado.
Leve a forno pré-aquecido a 18ºc, cerca de 35 minutos, ou até que esteja cozido.
Retire do forno e sirva quente com alguma salsa picada por cima.
0

quinta-feira, 10 de novembro de 2016


Bacalhau com Natas.... só o nome é sugestivo!

E, se for uma versão saudável para comer sem culpa??? Melhor ainda!

Revisitei este prato, alterei-o um pouco, dei o meu toque especial e ... correspondeu às expetativas!!

Atrevam-se a experimentar ai em casa :D





Ingredientes:
800 g bacalhau
6  batatas cortadas em cubos pequenos uniformes
500 g espinafres frescos
1 folha de louro2 cebolas cortadas em juliana
4  dentes alho picados
azeite qb
(para o béchamel)
500 g leite (do que usarem em casa)
200 g creme vegetal alternativo às natas
flor de sal Marnoto
30 g margarina ou 40 g azeite
60 g farinha
pimenta moída 
noz-Moscada
(para a cobertura)
broa de milho
1 fio de azeite
1 dente de alho 

Preparação:
Prepare o pão ralado na Bimby ou na picadora e reserve.
Coza o bacalhau, separe em lascas e reserve.
Coza as batatas em água com sal e reserve.
Arranje os espinafres e leve-os ao lume para desidratarem. Quando tiverem reduzido o tamanho e perdido a água, escorra-os e reserve.

Leve o azeite ao lume, com as cebolas e os alhos, deixe estufar. 
Entretanto, faça o béchamel, conforme indicado aqui.
Quando a cebola estiver mole, junte os espinafres, as batatas, o bacalhau e o béchamel.
Coloque num tabuleiro e disponha por cima a broa ralada.
Leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 30 minutos.
4

domingo, 6 de novembro de 2016

Uma receita antiga revista por mim e que ficou uma delicia!

Confesso que estava um pouco a medo com o teste à massa da tarte, mas resultou e muito bem!

Queria fazer algo mais leve, os objetivos eram: substituir a farinha de trigo por integral, usar açúcar moreno ao invés   de açúcar branco e queria reduzir um pouco a quantidade de margarina habitualmente utilizada.


Por outro lado, a tarte de maçã é dos doces preferidos da minha filha e ela havia pedido para lha fazer.

O propósito era manter o sabor original da tarte, reduzindo os açúcares.

O resultado foi muito mas muito bom! Está aprovadissíma.





Ingredientes:
(para a massa)
300 g farinha de trigo integral
80 g açúcar moreno
125 g margarina liquida
2 gemas de ovo
1 pitada de sal
raspa de meio limão

(para o creme)
300 g leite
200 g natas
150 g açúcar branco branco
40 g farinha
4 gemas
algumas gotas de essência de baunilha

(para a decoração)
2 maçãs amarelas 
sumo de limão
2 c sopa açúcar moreno

Preparação:
Misture os ingredientes da massa. seja paciente. Conseguirá formar uma bola. Deixe repousar cerca de meia hora (tapada) no frigorifico. Ficará uma espécie de massa areada.
Lave e descasque as maçãs. Macere no sumo de limão e no açúcar.
Estenda a massa na tarteira com as mãos, aos poucos. Não se assuste que a massa ficará ligada.
Leve ao lume o leite e as natas e deixe aquecer. Misture entretanto, o açúcar com a farinha e bata as gemas de ovo com a essência de baunilha.
Quando o leite estiver quente, retire do lume e adicione os secos, mexendo sempre com um roux. Misture depois os ovos, em fio, para que não cozam, mexendo sempre. 
Leve novamente ao lume e deixe ferver cerca de 2 minutos mexendo sempre.
Verta o conteúdo para a tarteira e disponha a maçã fatiada por cima do creme.
Leve a forno pré-aquecido a 180ºc, cerca de 40-45 minutos.

Bom apetite!

2

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Já ouviram falar da Ina Garten?
É uma autora e apresentadora americana do programa culinário "Barefoot Contessa" ou Condessa Descalça e, por incrível que possa parecer foi analista política na Casa Branca, tendo acabado por se dedicar à culinária!

Gosto muito dos programas dela, a forma como apresenta as suas receitas e, acima de tudo a parte prática e rápida da maioria delas.

Quando a vi fazer esta receita disse para comigo ... tenho de experimentar! E assim foi ... eis o resultado, uma delicia!

Peçam no vosso talho que arranjem o frango em forma de borboleta, ou seja, pelas costas, que retirem o osso e para darem uns golpes nas pernas e peitos do frango.

Para acompanhar fiz umas batatas assadas no forno, arroz branco e uma salada.






Ingredientes:
1 frango do campo aberto em "borboleta"
iogurte grego natural
azeite qb
1 c sopa sementes funcho
2 c sopa folhas tomilho fresco
flor de sal Marnoto by Necton qb
pimenta a gosto
1 limão cortado em rodelas + o sumo de 1 limão
1 cebola grande cortada em juliana
2 dentes alho picados
meio copo de vinho branco


Preparação:
Na véspera envolva generosamente o frango com iogurte grego natural. Deixe-o repousar no frigorífico durante a noite.
Lave o frango. Reserve.
Triture as sementes de funcho, o tomilho, o sal e a pimenta com o azeite. Barre o frango com a mistura.
Entretanto forre o fundo de uma assadeira com a cebola cortada, os alhos e as rodelas de limão. Coloque o frango temperado por cima.

Leve a forno pré-aquecido a 220ºc, cerca de 45-60 minutos. Ao passar meia hora regue com o vinho. Verifique a cozedura. Caso pretenda apressar a cozedura, corte o frango em pedaços.

0

domingo, 30 de outubro de 2016


A Donna Hay é autora de vários bestsellers de culinária, tem um estilo bem simples e adora cozinhar e combinar ingredientes para criar pratos rápidos e simples que são a sua assinatura de marca. 

A abordagem simples de Donna Hay para com a comida é refletida nos seus livros premiados dos quais já vendeu mais de quatro milhões de exemplares em todo o mundo, tornando-se uma das principais referências na inspiração de novos cozinheiros.

Adaptei esta receita dela, no original "Apple and Almond Cake" que pode ser servida ao lanche com um chá ou café, ou como sobremesa, acompanhado de natas ou gelado de baunilha.

Bom apetite!






Ingredientes:
320 g maça raineta, descascada, cortada em quartos e depois em fatias finas
220 g açúcar amarelo
195 g farinha 
1 c chá fermento em pó
1 c chá canela em pó
2 c chá extrato de baunilha
2 ovos mexidos
85 g vaqueiro liquida
40 g amêndoas picadas
açúcar em pó para decorar

Preparação:
Misturar as maçãs com 1 c sopa de açúcar e reservar.
Untar uma forma de 20 cm com margarina e polvilhar com farinha.
Mexer todos os ingredientes muito bem, à excepção das maçãs.
Dispor metade das maçãs no fundo da forma, verter a massa e colocar a restante maçã e, por cima, dispor a amêndoa.
Levar a forno pré-aquecido a 180ºc, cerca de 45 minutos.
Deixe arrefecer, desenforme e polvilhe com açúcar em pó.

0

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Outono com sabor a verão e um delicioso prato que o meu marido adora - arroz de lingueirão!

Traz-lhe muitas e boas recordações de infância, férias passadas na Ilha de Faro na companhia da família. Nesses tempos, todos se juntavam quando a maré estava baixa dedicavam-se à apanha do lingueirão. 

É preciso paciência para os apanhar e, tomando nota do que os apanhadores "profissionais" algarvios nos contaram, só usam flor de sal para a sua apanha por forma a não contaminar o mar.

Deixo aqui a versão do arroz que fizemos cá em casa ... uma verdadeira delicia!

Bom apetite (ainda que virtual)!!



Ingredientes:
1 kg de lingueirão bem lavado para retirar sujidade (em água fria)
250 g arroz
50 g azeite
1 cebola grande picada
2 dentes de alho pucados
1 folha de louro
2 cravos da Índia
4 tomates maduros pelados e sem sementes, cortados em pedaços
2 tiras pimento vermelho
1 dl de vinho branco
flor de sal Marnoto by Necton
pimenta moída a gosto
água no dobro do volume do arroz
coentros frescos picados

Preparação:
Leve um tacho ao lume, introduza os lingueirões e cubra com água, até abrirem.
Depois de abertos, retire a casca ao lingueirão e reserve.
Passe o caldo onde cozeu os lingueirões por um passador fino e reserve.
Coloque o azeite no tacho e eleve a aquecer. Introduza os dentes de alho, a cebola, a folha de louro e os cravos da Índia
Deixe alourar mexendo sempre. Adicione o pimento e os tomates. Junte o vinho e deixe refogar. Adicione, também, o caldo onde cozeu os lingueirões.
Deixe ferver. Junte o arroz, tempere com sal e pimenta e coza cerca de 10-12 minutos.

Decore com coentros picados.
0

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Uma ideia simples e rápida.

O que tem de rápida tem também de saborosa.

E, o que tem de saborosa tem de saudável.

Existem no mercado umas latas de conserva de atum condimentadas, para esta quilhe usei a conserva de atum com pimenta da terra, e ficámos bastante contentes com o resultado.

Podem fazer uma quilhe grande, numa carteira de tamanho normal, ou fazer esta opção que rendeu 12 mini-quiches.

A massa que usei foi preparada por mim, com auxilio da Bimby e da receita para fazer massa quebrada. Aí em casa, e se quiserem tornara a receita mais rápida, usem massa refrigerada e estendida.

O resultado foi este ...




Ingredientes:
massa quebrada 
2 latas de atum com pimenta da terra
a parte branca de um alho francês
1 fio de azeite ou em alternativa o azeite da lata da conserva
1 cenoura
3 ovos L
1 embalagem de creme culinário Alpro alternativa às natas
(sim, não me enganei, não leva sal nem pimenta)



Preparação Bimby:
Forre 12 formas de queques com a massa quebrada.

Introduza o alho francês e a cenoura cortada em pedaços no copo. Pique 5 segs. ver 5. Baixe os resíduos e refugue 5 min/100ºc/vel. 1
Adicione o conteúdo das latas de atum (retirando, previamente, o excesso de azeite) e ligue na velocidade 1 para misturar.
Junte os ovos um a um e o creme vegetal.
Distribua pelas formas com a ajuda de uma colher de gelado.
Leve a forno pré-aquecido a 180ºc, cerca de 15 minutos. 


Preparação tradicional:
Forre 12 formas de queques com a massa quebrada.
Pique o alho francês  e rale a cenoura. Leve ao lume num fio de azeite ou na gordura da conversa.
Adicione o conteúdo das latas de atum, mexa e depois junte os ovos um a um e o creme vegetal.
Distribua pelas formas com a ajuda de uma colher de gelado.
Leve a forno pré-aquecido a 180ºc, cerca de 15 minutos. 


Quem me segue no facebook, já se deliciou com este vídeo que coloquei hoje por lá, mas resisto a deixo-lo aqui também!!
Bom fim de semana!



0

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Apaixonei-me pelos cozinhados do Yotam Ottolenghi desde a primeira vez que os vi!

É um cozinheiro de mão cheia ! Apesar de não conseguir encontrar alguns ingredientes que ele por vezes usa nas suas receitas, gosto de as adaptar e dar-lhes o meu toque especial.

Ainda não vi o filme "O bébé de Bridget Jones" mas de acordo com o Chef, a sua receita é mencionado no filme pelo Patrick Dempsey e, de tão lisonjeado que ficou com tal menção, resolveu até melhorá-la.

Resolvi dar o meu toque especial e partilho-a aqui convosco!

É uma receita fácil, rápida e saudável.

Para acompanhar fiz o puré do shrek que a minha filha adora (com batata e brócolo)



Ingredientes:
4 filetes de salmão
2 c sopa molho de soja 
(para o molho)
1 fio de azeite
1 dente alho esmagado
4 talos de aipo picados
2 c sopa pinhões
1 c sopa alcaparras
1 c sopa salmoura das alcaparras
8 azeitonas verdes descaroçadas e cortadas em rodelas
1 c chá açúcar amarelo
meio cálice de favaios
1 c chá curcuma desfeita numa c sopa de água a ferver
1 c sopa bagas goji
salsa picada Vitacress para servir


Preparação:
Temperar, meia hora antes os filetes com o molho de soja.
Numa frigideira coloque o azeite, o aipo e os pinhões.
Quando o aipo estiver cozinhado, adicione todos os restantes ingredientes e deixe ferver um pouco.
Entretanto, grelhe os filetes (2-3 minutos de cada lado) e sirva com o molho preparado. 
Polvilhe com a salsa picada.

0

Author

PageRank