Follow by Email/Siga-me por mail

Recent Post

domingo, 19 de março de 2017

O sumo e a raspa de 1 limão fazem esta deliciosa tarte!

Gostam de limão? Gostam de tarte? Não têm tempo a perder? Querem uma sobremesa deliciosa feita num abrir e fechar de olhos??

Vamos lá ... toca a ir ver a dispensa para ver se têm os ingredientes!

Esta .... já era!! 

De acordo com os comensais, os adjetivos para a TARTE são:

ESCANDALOSAMENTE DELICIOSA E SABOROSA!!!

- SOBERBA E GULOSA!

Deliciem-se um pouco com as fotos da tarte que já não existe!! Afinal, os olhos também comem!



TARTE



TARTE

E ... "Se a vida vos der limões!" ..... Façam mesmo esta tarte soberba!! 

TARTE


TARTE

Ingredientes:
(para a base)
250 g bolacha maria
125 g margarina liquida
1 c sopa leite

(para o recheio)
1 lata leite condensado
5 gemas
raspa e sumo de 1 limão médio

(para o merengue)
150g açúcar 
5 claras
1 pitada extrato baunilha

Preparação:

Triture a bolacha e misture os restantes ingredientes.
Com as mãos espalhe a mistura numa tarteira de fundo amovível. Reserve.

Entretanto, prepare o recheio, mexendo todos os ingredientes.
Verta sobre a tarteira e leve a forno pré-aquecido a 220ºc e coza cerca de 15/20 minutos.

Prepare o merengue batendo bem todos os ingredientes até obter uma mistura bem firme. Espalhe sobre a tarteira e leve ao forno a 160ºc até que o merengue obtenha uma cor acastanhada.

Bom apetite!!
0

segunda-feira, 6 de março de 2017

Uma sobremesa deliciosa e muitíssimo rápida de fazer.

Cada vez que vejo ou penso em Leite Creme lembro-me de uma amiga com quem trabalhei ... sempre que almoçávamos juntas, se houvesse leite creme .... lá vinha ele para a mesa ;)

Mas esse era o leite creme tradicional!

Este, é uma conjugação de sabores inesperadamente boa! O sabor da tradição aliado à inovação.

Gostam de inovar na cozinha? Aqui está a oportunidade de surpreenderem e serem surpreendidos ... com uma receita rápida e deliciosa 

Deleitem os vossos palatos com esta sugestão e, não esqueçam:


                "O Paladar é Uma Extensão da Inteligência"
                                                 Antonin Carême, Chef francês




LEITE


LEITE



Ingredientes:
500 ml leite
8 folhas de manjericão
8 c sopa de açúcar + qb para queimar o leite creme
30 g amido de milho
3 gemas
200 ml natas frescas bem frias

Preparação:
Leve ao lume o leite com as folhas de manjericão e deixe ferver lentamente para que o leite fique com o sabor da erva aromática.
Retire o manjericão e reserve o leite.
Numa taça misturar 5 c sopa açúcar e as 3 gemas até formar uma espuma branca. Junte o amido de milho mexendo muito bem.
Adicione o leite ao preparado a pouco e pouco, mexendo sempre muito bem.
Torne a levar ao lume e deixe engrossar um pouco.
Entretanto, bata as natas com o restante açúcar até ficarem bem espessas.
Envolva as natas batidas, delicadamente, no preparado anterior.
Disponha em taças e deixe arrefecer. 
Leve ao frigorifico até à hora de servir.
Antes de servir espalhe um pouco de açúcar por cima e com a ajuda de um maçarico queime-o.

Bom apetite!!
0

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Uma tarte deliciosa que deve ser servida bem fresca!

Uma receita apta a celíacos, ou intolerantes ao gluten .... não tem farinha de trigo na sua composição.

Dois ingredientes que adoro .... Limão e Tomilho!  Poder juntá-los numa tarte ..... que delicia!

Adoro tartes, cá em casa todos gostamos .... costumo fazer muitas vezes a tarte de limão merengada, mas por acaso ainda não coloquei a receita aqui no blog .... uhmmmm parece que arranjei a desculpa perfeita para a fazer !

Desta vez a tarte escolhida foi esta de tomilho e limão. Podem usar tomilho vulgar ou tomilho-limão, ainda mais aromático.

Diz o ditado popular "Se a vida te der limões, faz limonada" , ou seja, aproveita tudo bem! Eu, assim fiz, para aproveitar uns limões que o meu pai trouxe da horta, bem como o tomilho - uma das minhas ervas de eleição.

O resultado .... esta deliciosa tarte que foi, literalmente, DEVORADA de tão arrebatadamente deliciosa que era!!






Ingredientes:
(para a massa)
200 g farinha de amêndoa
25 g açúcar
1 pitada de sal
1 c e meia de sopa cheia de tomilho fresco
100 g manteiga sem sal à temperatura ambiente
1 clara de ovo
raspa de 1 limão

(para o recheio)
245 g iogurte grego (usei ligeiro natural)
100 g açúcar fino
2 ovos 
raspa de 1 limão
50 ml de sumo de limão
1 c sopa de tomilho fresco
sementes da vagem de 1 vagem de baunilha
1 c sopa tomilho fresco 



Preparação:
Num processador de comida, mexa em velocidade baixa todos os ingredientes da massa até formar uma bola. Pode usar a Bimby, vel. 3, ou fazê-lo à mão.

Coloque a massa numa tarteira, usando as mãos para espalhar a massa, até que esteja completamente coberta.
Leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 15-20 minutos, ou até que comece a ficar com uma cor dourada.
Retire do forno e deixe arrefecer.
Entretanto, misture o iogurte com o açúcar e as sementes da vagem de baunilha.
Junte os ovos um a um e depois o sumo e a raspa do limão.
Quando a massa estiver fria coloque o recheio e leve a cozer cerca de 30-40 minutos a 180ºc.
Deixe arrefecer e leve ao frigorifico cerca de 2 horas antes de servir.

Bom apetite!!
0

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

O dicionário da lingua portuguesa diz que empadão é um prato de batata esmagada com recheio de carne - Ei-lo então!

Para muitos de vós será a recordação de um prato da infância ...

Mas esta é uma receita de um empadão diferente, soberbamente delicioso com um sabor que faz lembrar as terras do Oriente e, tem ainda .... adivinhem ... legumes misturados! Ou seja, tem tudo para se tornar no vosso prato favorito.

Quem não gosta de empadão? É difícil encontrar quem não goste deste delicioso prato! 

E, se houver quem goste de caril por aí .... aproveitem ... juntem o útil ao agradável e façam este EMPADÃO CARILADO DOS DEUSES.

E, já agora é sempre bom recordar:

"O segredo da longevidade é comer a metade, andar o dobro e rir o triplo"
                                                                        Provérbio Chinês



EMPADÃO


EMPADÃO


Ingredientes:
30 g coentros
3 dentes de alho
150 g cebola
30 g azeite mais qb para untar
150 g alho francês, cortado às rodelas
150 g courgete cortada em meias luas
500 g peito frango cortado em tiras
sal qb
2 c chá caril
leite de coco qb
sumo e raspa de 1 limão
150 g tomate cereja cortado em metades
1 kg batatas para cozer

Preparação Bimby:

Coloque no copo os coentros e pique 2 seg/vel.7. Reserve metade dos coentros e com a ajuda da espátula baixe o que ficou na parede do copo.
Adicione o alho, a cebola e o azeite e pique 5 seg/vel. 5.
Adicione o alho francês e a courgete e salteie 5 min/varoma/colher inversa/vel. colher de pau.
Junte o frango, 1 c chá sal, 1 c chá caril e 40 g leite coco e programe 12 min/100ºc/colher inversa/vel. colher de pau.
Coloque agora o sumo de e a raspa do limão e o tomate cereja e encvolva com a ajuda da espátula. Com a ajuda do cesto coe a carne e reserve o molho.Coloque o preparado num pirex.
Pré-aqueça o forno a 200ºc
Insira a borboleta. Pese para o copo o molho e adicione o leite de coco até perfazer 450 g. Adicione a batata, o sal e 1 c chá caril e programe 25 min/100ºc/vel.1
Adicione os coentros reservados e bata 30 seg/vel. 3. 
Coloque o puré sobre o preparado de carne e leve ao forno cerca de 15/20 minutos.


Preparação Tradicional:
Pique bem os coentros e reserve metade.Pique o alho e a cebola e coloque num tacho com um pouco de azeite. Refogue um pouco.
Junte o alho francês e a corgete e salteie cuidadosamente.
Adicione o frango, 1 c chá sal, 1 c chá caril e 40 g de leite de coco. estufe a carne cerca de 10/15 minutos, em lume brando.Retire do lume e envolva delicadamente a raspa e o sumo de limão e o tomate cereja. Coe a carne, reservando o molho e disponha num pirex. Pese o caldo e adicione leite de coco até perfazer 450g. Leve ao lume com as batatas, o sal e o restante caril.
Quando cozidas, triture tudo, misture os coentros reservados e disponha sobre o preparado de carne.
Leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 15/20 minutos.

BOM APETITE !!

0

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Espargos bravos trazidos do Alentejo que resultaram numa tarte que derrete na boca!

Uma cremosidade e sabores incomparavelmente bem combinados e extraordinariamente deliciosos!

Numa viagem pela planície alentejana deparamo-nos com vendedores de beira de estrada com molhos lindíssimos de espargos! 
Não resisti a trazê-los e aqui está esta tarte, quiche, ou como lhe quiserem chamar .... deliciosa!

Uma refeição rápida e prática.
Se não tiverem espargos bravos, usem dos de estufa. Mas, não deixem de experimentar esta tarte fantástica de textura super fofa.

Acrescentem um pouco de cor e sabor à refeição. E, tenham sempre presente:

                          "É melhor acrescentar vida aos dias do que dias à vida!"
                                                                              Rita Levi Montalcini


Tarte


Tarte


Tarte



Ingredientes:
1 molho de espargos (usei bravos) devidamente arranjados e escaldados
100 g de fiambre de perú fumado cortado em tiras
30 gazeite + qb para pincelar as folhas de mass
1 cevola média cortada em juliana
25 g farinha de milho
300 ml de leite
3 ovos batidos
queijo manchego qb para ralar
flor de sal
pimenta moida 
4 folhas de massa filo

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 200ºc
Corte os espargos em pedaços.
Coloque o azeite e a cebola numa frigideira e deixe alourar.
Adicione o fiambre e deixe tomar gosto. Junte os espargos e deixe cozinhar um pouco.
Reserve e deixe arrefecer.
Entretanto, pincele com azeite. uma forma de aro amovivel, com cerca de 21cm.
Disponha sobre ela uma folha de massa filo e vá alternando com as restantes (devidamente pinceladas com o azeite), pressionando ligeiramente com os dedos.
Leve ao lume 50 ml de leite com a farinha, mexendo sempre até começar a engrossar. Junte o restante leite, deixando ferver em lume brando, com o cuidado se estar sempre a mexer, até engrossar.
Deixe arrefecer um pouco e com a ajuda d eum fouet misture os ovos sem deixar cozer.
Espalhe metade dos sólidos sobre a massa, verta o preparado liquido e coloque os restantes sólidos.
Rale queijo manchego a gosto, por cima.
Apare ou enrole as folhas de massa filo que estiver saida da forma pois queima com facilidade.
Leve ao forno cerca de 30 minutos.

Retire do forno e deixe arrefecer cerca de 10 minutos antes de servir
0

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Andavam à procura de uma receita para fazerem uma sobremesa/ um bolo sem glúten para alguém que vai a vossa casa? 

Se procuram algo para satisfazer a todos, incluindo celíacos ou, por outro lado, querem aproveitar clementinas que abundam nesta altura do ano, a resposta às vossas preces está neste post!

Uma receita inspirada na doce Nigella Lawson só podia resultar em algo escandalosamente bom!


Mas atenção, para que este bolo seja apto a celíacos, tenham o cuidado de usar fermento isento de glúten - Não se enganem!

O bolo é rápido de fazer, muito rápido mesmo!
A cozedura, essa demora cerca de uma hora e, as clementinas, foram cozidas na véspera, para poupar tempo!


Não esqueçam, escolham clementinas docinhas, farão toda a diferença.

Para acompanhar, um delicioso curd de clementina - que só de olhar para ele já dá vontade de comer! Experimentei ... e saiu muito bem! Aprovadissimo !!


E, é sempre bom relembrar que "Muitas vezes a felicidade esconde-se numa singela fatia de bolo!"  

O que vos parece? O mote está lançado ... toca a fazê-lo!


CLEMENTINA



CLEMENTINA



CLEMENTINA




CLEMENTINA

Ingredientes:
(para o bolo)

4 clementinas
6 ovos grandes
225 g açúcar 
250 g farinha de amêndoa
1 c chá fermento

(para o curd)

casca de 2 clementinas (sem a parte branca)
sumo de 4 clementinas
160 g açúcar
2 ovos
60 g manteiga sem sal

Preparação:
(do bolo)
Cozer as clementinas em lume brando durante cerca de duas horas.
Deixar arrefecer por completo.
Retirar caroços e casca. Aproveite, somente, a polpa das clementinas.
Forre uma forma de 21 cm (de aro amovível) com papel vegetal.
Misture todos os ingredientes e, no final, adicione a polpa da clementina cozida. 
Disponha na forma e leve a forno pré-aquecido a 190ºc, durante 1 hora.
Cuidado, ao final de cerca de 30/40 minutos, terá de tapar o bolo para não queimar.
Retire do forno e deixe arrefecer.

Entretanto, prepare o curd de clementina, seguindo as instruções que deixei aqui.

Sirva com o curd a acompanhar. 
Se quiser, depois do bolo arrefecer, polvilhe com icing sugar.



0

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Estão com frio por aí??

As temperaturas do ar estão escandalosamente frias e o meu termómetro corporal está incomparavelmente baixo e anseia por "confort-food"!

A mim, nesta altura do ano, o que mais me apetece são caldos e sopas! Paparoca boa e deliciosa! 

Não me falem no pecado da gula, só preciso de me aquecer ;)

O dicionário de língua portuguesa diz-nos que a sopa " é um alimento composto de caldo, mais ou menos líquido, geralmente com legumes sólidos cortados em pedaços pequenos, que se toma normalmente no princípio da refeição".


Não sei se vos costuma acontecer, mas de vez em quando, cá por casa, tomo a decisão de não comprar comida enquanto não esgotar o stock existente no frigorífico/congelador e despensa. 

Este dias têm sido um pouco assim. O objectivo é aproveitar o que há em casa e, simultaneamente, poupar.
O que acham da ideia? Também têm esse hábito?

No meio desta "limpeza" havia os ingredientes necessários para fazer uma sopa deliciosa que nos soube lindamente!

Como dizia Leonardo da Vinci "A simplicidade é a maior sofisticação" e, assim é com esta sopa!

Simples de fazer e, serviu como prato principal!

Saboroso


Saboroso


Ingredientes:

1 cebola grande picada
2 dentes alho picados
1 fio de azeite
6 tomates maduros pelados e limpos
2 cenouras cortadas em rodelas

coração de um repolho cortado em juliana
2 cravos da Índia
1 cálice vinho Favaios
1 peito de galinha
flor de sal qb
pimenta moida qb
1 lata pequena feijão encarnado 
1 batata doce em cubos

2 mãos cheias de massa cotovelo grande
água qb para cobrir os legumes



Preparação
:

Faça um refogado com a cebola o alho e o azeite. Quando estiverem translúcidos, junte o tomate e refogue um pouco mais.
Adicione o repolho, o cravo da Índia e as cenouras. Tape o tacho e deixe suar.
Quando diminuir o volume , refresque com o cálice de Favaios. 

Adicione o peito de galinha, tempere com sal e tape com água.
Deixe ferver até estar quase cozido. 

No final da cozedura, retire o peito da galinha. Desfaça-o e torne a colocar no tacho.
Adicione o feijão encarnado escorrido, a massa e a batata doce em cubos. Junte um pouco de pimenta a gosto. Se necessário
introduza um pouco mais de água.
Deixe ferver cerca de 5 minutos mais.
Sirva com pão torrado com azeite.

Bom apetite!

2

sábado, 7 de janeiro de 2017

Tudo na vida tem um principio e um fim!

Se enfeitámos as nossas casas antes do dia de Natal, para celebrar o nascimento de Jesus, eis que as festas chegam ao fim, com o dia de Reis.

O Dia de Reis, comemorado ontem - 6 de janeiro - representa a chegada dos Reis Magos - Belchior (rei da Pérsia), Baltazar (rei da Arábia) e Gaspar (rei da Índia), ao Menino Jesus.

Os reis vieram desde o Oriente, até à humilde gruta de Belém, seguindo uma estrela diferente das outras. Ofereceram como presentes: ouro, incenso e mirra

Cá por casa, tal como na casa de muitos outros, é o dia de desfazer a árvore de Natal e de retirar os enfeites que serviram para alegrar e fazer viver o espirito natalício.

Para comemorar, segui a sugestão de uma receita de bolo-rei de chocolate em 5 minutos, deixada pela querida Bárbara Cardoso do blog Arco-Iris na Cozinha.

Pareceu-me uma sugestão bem prática, para quem não tem tempo para fazer algo mais elaborado. Adaptei-a um pouco a meu gosto e .... aqui está o nosso bolo de reis deste ano de 2017.


BOLO


BOLO


BOLO

Ingredientes
350 g de farinha (tipo T55)
250 g de iogurte grego natural
80 g de margarina liquida
50 g de açúcar
1 c de sopa de moscatel de Favaios
2 c de chá cheias de fermento para bolos
1 c de chá de canela
1/4 de colher de chá de flor de sal
raspa de 3 tangerinas
150 g de chocolate em pepitas
50 g de nozes
50 g de amêndoas
25 g avelãs
25 g pinhões
1 gema de ovo 
açúcar em pó para decorar

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º c.
Coloque os ingredientes secos numa taça e misture tudo com o auxilio de uma colher de pau.
Junte a manteiga, o iogurte, o Favaios e a raspa das tangerinas e mexa com as mãos, até conseguir formar uma bola de massa.
Esta massa só deve ser mexida até unir.
Coloque a massa num tabuleiro de forno (forrado com papel vegetal) formando uma coroa,  com cerca 5 cm de altura.
Pincele com a gema de ovo batido. 
Leve o bolo-rei ao forno, cerca de 20 minutos.
Deixe arrefecer completamente e polvilhe com açúcar em pó a gosto.
2

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O primeiro post do ano de 2017 é dedicado à gula! 

Desculpem, mas não resisti a partilhar convosco esta receita deliciosa!
Bem sei, que uma das mais comuns resoluções de Ano Novo é iniciar uma dieta, será que foi a vossa?

Este post para além de ser dedicado à gula é também dedicado às mães e pais que querem passar um pouco mais de tempo com os seus filhotes a fazer uma tarefa comum. Se eles gostam de cozinhar esta receita é ótima para isso!

Afinal, quantas vezes já procuraram algo arrebatadoramente delicioso, rápido e prático para fazerem com eles??

Esta cheesecake foi feita pela minha filha, incluindo decoração. E ela só tem 10 anos!

A receita é do seu primeiro livro de culinária , da Annabel Karmel, e aqui fica a partilha desta sugestão de deixar água na boca.

De que estão à espera para a fazer aí em casa??? Não duvidem, é uma perdição.

E, não se esqueçam, como tão bem dizem os italianos "MANGIA CHE TE FA BENE", ou seja, comam porque vos faz bem. 

Queijada


Queijada

E, já agora, antes de vos deixar a receita, aproveito para vos desejar um ótimo novo ano!
Feliz recomeço!

Ingredientes:
250 g bolacha de aveia/digestivas
125 g margarina
1 c chá essência baunilha
450 g queijo creme

225 g açúcar
300 g framboesas
60 g açúcar em pó
400 ml natas frescas

Preparação:
Coloque as bolachas num saco e com a ajuda de um rolo da massa esmague-as bem.
Derreta a margarina e, numa taça, misture muito bem com a bolacha esmigalhada.
Forre uma forma com fundo amovível com película aderente. Forre o fundo com a mistura da bolacha, pressionado-a até que fique bem lisa. Coloque no frigorifico.

Faça um puré de framboesa pondo ao lume as framboesas e o açúcar em pó, durante 10 minutos. Deixe arrefecer e passe por um coador.

Misture o queijo com o açúcar e a essência de baunilha. 
Bata as natas bem firmes e depois envolva-as com a mistura de queijo.
Espalhe cerca de 3/4 da mistura de queijo na base.
Depois, sem ficar uniforme, deite-lhe 3/4 do puré de framboesa e envolva  ligeiramente.
Espalhe o resto da mistura de queijo.
desenhe linhas com o puré de framboesa. 
Atravesse-as com um espeto fará o efeito que vê na foto.
0

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Com o aroma a Ano Novo a pairar no ar e, com o frio que está sabe muitíssimo bem um creme aveludado e |delicioso| , capaz de apelar aos sentidos!

Cá em casa somos viciados em sopa, por isso sou suspeita ao falar deste tema!

Seja inverno seja verão, seja qual for a estação, ela está sempre presente à nossa mesa.

Já Molière dizia “Bem comido, a minha alma de nada quer saber. E nem os maiores desgostos a conseguem comover”. E nós, assim somos com as sopas!! 

Costumo fazer uma sopa bem grande de modo a render para a semana de trabalho. Gosto de preparar cremes  |saborosos| apelando às ervas aromáticas para lhes dar um sabor mais |gostoso| e intenso.

Esta, no entanto, foi uma excepção, foi feita para 6 e, consumida de uma vez só.

Vi a receita numa revista da Bimby e adaptei-a um pouco a meu gosto. A receita referia manteiga na confecção e eu preferi fazer uso exclusivo do azeite (para mim mais |saboroso|).

Foi também a oportunidade para experimentar/usar um |delicioso| vinagre balsâmico vindo diretamente de Modena, e trazido por uma amiga especial.

O que vos parece? Tem mesmo um ar delicioso, não tem??

ABÓBORA


ABÓBORA


Ingredientes:

400 g de camarão carnudo (com casca)

450 g de água

4 dentes de alho

30 g de azeite

1 polegar de gengibre

sal marinho Marnoto a gosto

1 c sopa de vinagre balsâmico

250 g de cebola

900 g de abóbora cortada em pedaços

150 g de batata doce cortada em pedaços

 

Preparação Bimby:

Coloque no copo as cascas e as cabeças do camarão e a água.

No cesto coloque o miolo de camarão e introduza no copo. Programe 5 min/100ºc/vel 2.

Retire o miolo do camarão e reserve.

Com a ajuda do cesto, coe o caldo/fumet e reserve.

No copo limpo, introduza o azeite e o alho, a cebola e o gengibre. Pique 8 seg/vel 5 e refogue 3 min/Varoma/vel 1.

Junte o vinagre balsâmico e o sal marinho Marnoto, programe 2 min 30 seg/Varoma/colher inversa/vel 1.

Adicione a cebola e pique 5 seg/vel 5 e refogue 5 min/Varoma/vel 1.

Acrescente a abóbora, a batata e o fumet reservado, programe 25 min/100º/vel 1.

Triture 2 min/vel. 5.

Sirva com os camarões reservados e com croutons.


Preparação Tradicional:

Descasque o camarão. Reserve as cascas e as cabeças dos camarões.

Coloque as cabeças e as cascas do camarão num tacho, cobertas com a água e leve a cozer em lume brando, cerca de 15 minutos, até o caldo reduzir um pouco.

Coe o caldo/fumet e reserve.

Faça um refogado com o azeite, a cebola, os alhos e o gengibre picados.

De seguida, adicione o vinagre, a abóbora, a batata e o caldo ou fumet reservado, até cobrir os legumes. Envolva todos os ingredientes, adicione um pouco de sal e deixe levantar fervura, reduza o lume e deixe cozinhar cerca de 35 minutos até os legumes estarem coziddos.

Retire do lume, verifique os temperos, e triture os legumes com a varinha mágica, até que fique um creme homogéneo.

Leve novamente ao lume, acrescente o miolo de camarão e deixe cozinhar cerca de 5 minutos.

Sirva com uns croutons.

2

Author

PageRank